Mudanças no Enem 2020

O Ministério da Educação informou que haverá mudanças no Enem 2020 a fim de atender com êxito a nova reforma aprovada no Congresso Nacional.

Mudanças no Enem 2020

Com o novo ensino médio incluindo o técnico a previsão é que um novo modelo de prova do Enem seja criado. Sendo assim, é importante fazer o acompanhamento das alterações nas provas do Enem e em toda a estrutura do exame. Entretanto, a previsão para que essas mudanças ocorram só será efetiva em 2020, pois é necessário um tempo até que todo o ensino médio se estruture.

O Enem 2020 vai ser reformulado de acordo com esse novo ensino médio. É importante destacar que a ministra afirmou que o novo modelo Enem ainda está sendo pensado e discutido, não há nada exato até então.

O que muda no ensino médio?

  • Matemática e português terão carga horária obrigatória nos três anos do ensino médio;
  • Demais conhecimentos poderão ser distribuídos ao longo destes três anos (seja concentrado em um ano, ou em dois, ou mesmo em três)
  • Os currículos estaduais devem ser adaptados e implementados até o início das aulas de 2022

Ensino Médio

Pelo fato do novo ensino médio ter sido mudado, isso exigirá um novo Enem, já que um está atrelado ao outro. Por conta disso, mudanças ocorrerão possivelmente em 2020.

Então, para o Enem 2020 ainda não há nada esclarecido quanto a essas mudanças. Entretanto, você pode ficar informado acessando o nosso site. Assim que for anunciado novos dados, passaremos aqui para você.

Reforma do ensino médio

A ideia da reforma do ensino médio é que ao final de três anos, os estudantes possam obter dois diplomas: um de conclusão do ensino médio e o outro de um ensino profissionalizante.

Outro destaque é quanto a nomenclatura, as disciplinas que antes eram chamadas no ensino médio passarão a ser áreas de conhecimento. Veja abaixo como se dará esse novo ensino médio.

No primeiro ano, eles já terão uma preparação para o mundo do trabalho, que inclui iniciação profissional para a indústria, orientação profissional e desenvolvimento de competências socioemocionais.

Já no segundo ano, além das áreas de conhecimento, eles terão acesso aos fundamentos e práticas de formação para a área industrial de energia.

E, na finalização, a qual é o terceiro ano, a carga horária prevista para a formação técnica e profissional é dedicada às aprendizagens específicas do curso técnico, com possibilidade de certificações intermediárias ao longo do itinerário formativo.

5 (100%) 1 vote
0 comments… add one

Leave a Comment