FIES 2019

Para os estudantes interessados em participar do primeiro semestres de inscrições do Fies 2019, fiquem atentos a todas as informações necessárias referente ao programa. O Ministério da Educação (MEC) abrirá em breve o período de inscrições do Fies 2019 – Fundo de Financiamento Estudantil, e para todos os aluno interessados em participar, neste artigo daremos dicas importantes quanto as inscrições do programa.

O que é o Fies

O Fies é um programa criado pelo MEC que tem como finalidade maior, a disponibilização de financiamento para aqueles estudantes que não tem condições financeiras de pagar um curso em uma instituição privada.

Para o financiamento da quantia necessária para o curso, o Fies apresenta as menores taxas para esta finalidade, por conta disso, é um dos programas mais procurados pelos estudantes.

A partir da edição de 2010, o Fies passou por alterações que deixaram as coisas ainda mais fácil para aqueles alunos que tanto sonham em realizar um curso superior.

Uma das alterações mais importantes foi a queda do valor do juros que passou a ser de 3,4% ao ano, com o período de carência em até 18 meses e o de amortização em até 3 meses.

O que contribuiu bastante para a queda do juros e o aumento do período de carência foi a alteração do agente operador do programa, deixando nas mãos do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação).

A partir do momento em que o FNDE passou a ser o agente operador do programa tudo referente o financiamento do Fies passou a se tornar mais fácil e com juros ainda menores.

O principal motivo dessa mudança foi para o MEC mostrar que todos que sonham, podem conseguir realizar um curso em instituição de ensino superior.

Na edição do ano passado o Fies inovou mais uma vez criando o PFies, deixando então o programa dividido em três etapas, Fies 1, Fies 2 e Fies 3. O Fies 1 e 2 se enquadram no novo PFies, deixando o Fies 3, como o Fies.

Para poder participar do Fies, o estudante precisa comprovar que tem uma renda familiar mensal de até três salários mínimos por pessoa. Os que comprovarem essa renda, ficaram livres das taxas de juros em suas parcelas.

Já para se enquadrar no PFies o participante precisa comprovar uma renda familiar bruta mensal de até cinco salários mínimos. Os que comprovarem essa renda, as taxas variam por região do país.

Baseado nas edições passadas, as regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste variam as taxas entre 2,5 até 3,5% ao ano para o Fies 1. Já para o Fies 2 a taxa é de 6,5% ao ano para todas as regiões do país.

No Fies 2019, pode realizar uma simulação de financiamento no site do programa, disponível no seguinte link: http://sisfiesportal.mec.gov.br/?pagina=simulacao. Aconselhamos a todos que tem interesse de participar do Fies 2019 a realizar esta simulação.

Fundo de Financiamento Estudantil – FIES 2019

Como se inscrever no Fies e PFies

Muitas vezes, participantes deixam de participar do programa por conta de não conseguir realizar a sua inscrição no Fies. Então, detalharemos como será feita a inscrição no Fies 2019.

Diferente dos outros programas do MEC, para se inscrever no Fies 2019 o estudante precisa realizar um cadastro em um site diferente da inscrição. Para se cadastrar o participante deve acessar este seguinte link: http://sisfiesaluno.mec.gov.br/seguranca/principal.

Para iniciar o seu cadastro no Fies 2019, o estudante precisa ter em mãos o seu CPF (Cadastro de Pessoa Física) e informá-lo no campo que o pede.

Além de precisar informar o CPF, o participante precisa de um endereço de e-mail e um número de telefone pessoal válidos, pois através destes, o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) enviará notificações importantes referentes ao programa.

O estudante precisa criar uma senha para que toda vez que acessar a página do Fies 2019, ter acesso a página do participante.

A senha é obrigatoriamente ter no mínimo seis caracteres e no máximo dez. Para a senha, são aceitos números e letras, com separação entre maiúsculas e minúsculas.

Tendo prestado as informações necessárias, cabe ao participante encerrar o seu cadastro no Fies 2019. Após encerrado, o Inep enviará através do e-mail uma mensagem de validação do cadastro.

Após recebida essa mensagem, o estudante deve acessar outro site do Fies 2019 para dar início na sua inscrição no programa.

Para se inscrever nos programas Fies e PFies 2019, o participante deve acessar o seguinte link: http://fiesselecao.mec.gov.br/. Serão aceitas as inscrições realizadas somente neste site.

O participante ao acessar o site do Fies 2019, deve clicar na opção ‘já sou cadastrado’ e informar o seu CPF e a senha criada durante o cadastro no programa.

O próximo passo precisa de muita atenção dos participantes, pois será necessário a informação do CPF de todos os integrantes de sua família com a idade igual ou maior que 14 anos.

Além do CPF dos integrantes de sua família, o participante também precisa informar a sua renda familiar.

Tendo preenchido o formulário da inscrição do Fies 2019, o participante poderá escolher até três tipos de curso de sua preferência, podendo optar pelo que será o de sua primeira opção para conseguir a vaga.

É preciso de muita atenção do participante verificar se os cursos escolhidos estão com vagas disponíveis ou se estão cadastrados no Fies, pois nem todos os cursos do país são beneficiados com o programa. É de total responsabilidade do estudante essa verificação.

Tendo então escolhido os cursos, cabe ao participante encerrar a sua inscrição no Fies 2019.

Como ocorre o processo de seleção do Fies e PFies

O processo de seleção do Fies 2019, é através de notas de corte. Estas notas são estabelecidas pelos cursos das instituições. E a nota de corte do aluno, é aquela que ele obteve na realização das provas do Enem – Exame Nacional do Ensino Médio.

Não precisa ter realizado as provas do Enem 2018, pois o Fies aceita participantes do Enem desde a edição de 2010. O resultado do Enem 2018 será publicado em janeiro de 2019.

A nota de corte que se inicia são a dos cursos, porém, essas notas são alteradas diariamente, passando a ser a menor nota escolhida no dia. Este processo é semelhante ao do Sisu (Sistema de Seleção Unificada).

É de total responsabilidade do estudante a verificação da alteração da lista dos pré-selecionados para ver se seu nome está presente na lista ou não.

Caso o nome do participante esteja presente na lista em um dia, e no dia seguinte não se faz mais presente este, infelizmente, não poderá ser selecionado pois a nota de corte daquele dia já ultrapassou a nota do aluno obtida no Enem.

Serão contemplados aqueles nomes presentes na lista dos pré-selecionados após o término do processo de seleção do Fies 2019.

Caso ainda não tenham conseguido a vaga, não percam as esperanças, pois ainda tem a lista de espera do Fies 2019.

Lista de espera do Fies e PFies

Diferente dos outros programas gerenciados pelo MEC, o Fies não precisa de inscrição na lista de espera. A lista de espera é para o preenchimento das vagas que ficaram em abertos nos cursos.

Muitos participantes contemplados com a seleção no Fies com a aprovação do financiamento em mãos, não comparecem nas agências bancárias, deixando assim então as vagas em aberto.

A seleção durante a lista de espera do Fies 2019, será igual a do primeiro processo de seleção do programa.

Começando com a nota de corte de cada curso, sofrendo alterações diárias e, serão contemplados com a seleção aqueles nomes presentes na lista de pré-selecionados após o término do período.

Os selecionados devem comparecer ao CPSA (Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento) dentro de até cinco dias úteis para poderem aprovar o seu financiamento.

Não serão aceitos os financiamentos de alunos que não comparecerem dentro do prazo máximo definido pelo Fies.

Com a aprovação do financiamento em mãos, o participante deve comparecer em uma agência bancária pública, Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal, com a comprovação em mãos dentro de até 10 dias.

Além do comprovante de aprovação do financiamento, o participante deve ter em mãos também toda a documentação estabelecida pela instituição pelo qual foi selecionado através do processo de seleção do Fies 2019.

Tendo a agência bancária aprovado o seu financiamento, resta ao aluno a realização de sua matrícula na instituição pelo qual foi selecionado, pois sua vaga já estará garantida.

Caso ainda tenha alguma dúvida referente aos programas Fies e PFies, deixe-as nos comentários que teremos o prazer de esclarecê-las a vocês.

5 (100%) 1 vote
0 comments… add one

Leave a Comment