Veja o que cai no Enem 2018

O Enem é um exame que envolve as quatro áreas do conhecimento e será um das portas de entrada para as universidades públicas brasileiras

Veja abaixo as áreas cobradas no Enem:

-Ciências da Natureza: Biologia, Química e Física;

-Ciências Humanas: História, Geografia, Filosofia e Sociologia;
-Linguagens: Português, Literatura, Língua Estrangeira, Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação;
-Matemática
-Redação

Assuntos mais cobrados em Ciências da Natureza

De acordo com as provas antigas do Enem, veja abaixo a lista com os principais assuntos cobrados em ciências da natureza:

-Ecologia e ciências ambientais (13,99% )
-Identidade dos seres vivos (10,43%)
-Moléculas, células e tecidos (7,89%)
-Oscilações, ondas, óptica e radiação (7,63%)
-Compostos de carbono (6,87%)
-O movimento, o equilíbrio e a descoberta de leis física (6,87%)

Veja quais conhecimentos específicos foram mais exigidos dos estudantes dentro destes tópicos:

1º lugar: Ecologia e ciências ambientais

Dentro desse assunto, três tópicos são mais frequentes no Enem:

-Problemas ambientais: mudanças climáticas, efeito estufa; desmatamento; erosão; poluição da água, do solo e do ar (6,36% das questões )
-Interações entre os seres vivos (1,78%)
-Ciclos biogeoquímicos (1,02%)

2º lugar: Identidade dos seres vivos

No tópico referente à identidade dos seres vivos, os três assuntos que mais caíram entre 2009 e 2016 foram:

-Embriologia, anatomia e fisiologia humana(5,09%)
-Vírus, procariontes e eucariontes(1,78%)
-Funções vitais dos seres vivos e sua relação com a adaptação desses organismos a diferentes ambientes (1,02%)

3º lugar: Moléculas, células e tecidos

No tópico de moléculas, células e tecidos, que envolve quase 8% de todas as questões de ciências da natureza do Enem, os dois assuntos principais são:

-Metabolismo energético: fotossíntese e respiração (2,04%)
-Estrutura e fisiologia celular: membrana, citoplasma e núcleo (2,04%)

4º Oscilações, ondas, óptica e radiação

Entre os temas mais frequentes estão os conhecimentos relacionados às oscilações, ondas, óptica e radiação. Mais especificamente, os assuntos que mais são cobrados em questões como essa são:

-Fenômenos ondulatórios (4,07%)
-Reflexão e refração (1,78%)

5º lugar: Compostos de carbono

Na área de química, o tema “Compostos de carbono” representa quase 7% do total de questões do Enem, e os dois assuntos sobre ele que mais apareceram nos últimos oito anos foram os seguintes:

-Características gerais dos compostos orgânicos(2,54%)
-Principais funções orgânicas(2,04%)

6º lugar: O movimento, o equilíbrio e a descoberta de leis física

Nele, dois assuntos apareceram mais do que os demais conhecimentos dessa área nas provas de ciências da natureza do Enem de outras edições que são:

-Descrições do movimento e sua interpretação: quantificação do movimento e sua descrição matemática e gráfica (1,27%);
-Princípios de Pascal, Arquimedes e Stevin: condições de flutuação, relação entre diferença de nível e pressão hidrostática (1,02%).

Veja o que é cobrado em Ciências Humanas

História do Brasil

-Período Colonial;
-República;
-Período de escravidão;
-Era Vargas;
-Ditadura Militar;
-Era populista;
-História Geral;
-Período de Idade Média e Moderna;
-Revolução industrial;
-Primeira e Segunda Guerra Mundial;
-Nazismo/Holocausto e Fascismo;
-Liberalismo;
-Guerra Fria;

Geografia

-Agricultura Brasileira;
-Impactos no meio ambiente;
-Planos e blocos econômicos;
-Geopolítica mundial;
-Migrações;
-Desenvolvimento humano e social.

Filosofia e Sociologia

-Globalização e suas consequências;
-Iluminismo;
-Existencialismo;
-Marxismo;
-Contratualismo;
-Relações de Trabalho;
-Cultura de massa;
-Movimentos sociais;
-Fé e Razão: São Tomás e Santo Agostinho;
-Pensadores da Grécia Antiga.

Veja o que é cobrado em Linguagens

Literatura

-Movimentos literários: barroco, quinhentismo, modernismo, naturalismo e realismo;
-Obras literárias: principalmente clássicos brasileiros;
-Figuras de linguagem;
-Poesias Concretas;
-Literatura Contemporânea.

Língua Portuguesa

-Funções de linguagem e gramática;
-Semântica;
-Compreensão e Interpretação de texto;
-Norma culta e coloquial;
-Morfologia;
-Linguística;
-Sintaxe;
-Gêneros textuais;
-Educação Física e Artes;
-Esportes;
-Música;
-Grafite;
-Artes marciais;
-Cubismo;
-Obras artísticas;
-Renascimento;

-Movimentos artísticos e culturais.

Veja o que é cobrado em Matemática

-Funções de 1° e 2° graus;
-Progressão aritmética e geométrica;
-Estatística;
-Grandezas proporcionais;
-Porcentagem;
-Equações 1º e 2º graus;
-Trigonometria (triângulo retângulo e semelhança de triângulos);
-Análise combinatória e probabilidade.

Redação 

A redação do Enem é um texto argumentativo-dissertativo e são avaliadas as seguintes competências no momento da correção:

1) Domínio da norma padrão da língua portuguesa

Neste item entram em cena os conhecimentos de que você dispõe acerca de todas aquelas regras gramaticais, levando em consideração alguns critérios relacionados à ortografia, concordância, regência, conhecimento dos fatores relacionados à semântica das palavras, lembrando que semântica diz respeito ao significado que elas (as palavras) representam, entre outros. Vale destacar que o candidato deverá lembrar das novas mudanças que se operaram em decorrência do Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa.

2) Compreensão da proposta de redação

Para iniciar a organização das ideias, é essencial que o candidato compreenda perfeitamente o que requer a proposta sugerida; ou seja, o tema a ser trabalhado. Dessa forma, leia-a prestando bastante atenção, pois é a partir dela que terá condições de elencar, de organizar todos os aspectos a serem abordados, condizentes com o assunto em discussão;

3) Seleção e organização das informações

Nesta competência o principal ponto a ser discutido diz respeito ao fato de que as opiniões do candidato é que estarão em jogo, mas não aquelas que o candidato acredita serem válidas. Assim, torna-se muito importante que no momento de argumentar, o faça com base em fatos concretos, sólidos, que realmente apresentem fundamento. Quando se fala em fatos concretos, quer dizer que não são fatos retirados do além; muito menos com base nas verdades coletivas, tampouco nos “achismos”. Tudo que escrever precisa estar arraigado em algo verdadeiramente comprovado; por isso, nada melhor que se apoiar em dados estatísticos, alusões, comparações e contrastes, fatores relacionados à causa e consequência, enumeração e citação de testemunho.

4) Demonstração de conhecimento da língua necessária para argumentação do texto

A redação do Enem deverá ser um dissertativo-argumentativo; no qual as ideias precisam, além de sólidas; estar bem articuladas, organizadas por meio de parágrafos bem construídos e, sobretudo, que o texto obedeça a um encadeamento definido por uma introdução, um desenvolvimento e uma conclusão;

5) Elaboração de uma proposta de solução para os problemas abordados, observando preferencialmente os direitos humanos

Ao abordar os aspectos relevantes à proposta, certamente deverá ter levantado alguns aspectos voltados para uma problemática, para um fato passível de ser solucionado, resolvido. Nesse sentido, ao concluir o texto, uma das melhores formas de arrematar, fechar as ideias, é apresentar uma solução para tudo aquilo que foi amplamente discutido. Como deve ter argumentado da melhor forma possível, certamente não encontrará nenhuma dificuldade para fazer isso.

O desrespeito aos direitos humanos não zerará a redação; mas fará o candidato perder pontos no cômputo geral . Portanto, analise se sua proposta não incita ódio, preconceito ou crime.

5 (100%) 1 vote
0 comments… add one

Leave a Comment