Isenção ENEM 2019

Isenção Enem 2019 – O ENEM é o Exame Nacional do Ensino Médio e é hoje a prova mais esperada pelos estudantes de todo o Brasil para conseguir uma vaga em uma universidade pública. Através do exame do ENEM o aluno que consegue uma boa nota tem grandes chances de estudar em uma universidade pública reconhecida e gratuitamente.

Organizada pelo Ministério da Educação (MEC), o ENEM abre suas inscrições todos os anos e algumas delas são isentas para certos tipos de alunos. Continue conosco e saiba como se inscrever, se você se encaixa nos requisitos de isenção, como funciona, dentre outras questões importantes.

Inscrições ENEM 2019: Como funciona?

Assim que as inscrições abrem, vários estudantes correm para fazer suas inscrições e garantir a chance de entrar em uma universidade pública. Não se esqueça de antes de fazer as inscrições, ler o edital e ficar por dentro do exame.

Para fazer a inscrição basta:

  • Acessar o site oficial do ENEM;
  • inserir o seu CPF, identidade, e-mail e telefone
  • Depois é preciso criar uma senha que será o seu acesso para local de prova, resultados, dentre outros.
  • Logo que faz a inscrição, é preciso pagar a taxa para garantir a sua vaga, no entanto alguns alunos têm direito à isenção do ENEM. Veja no tópico a seguir como conseguir a isenção e se você tem direito.

Isenção Enem 2019

A cada ano, o ENEM coloca novas datas para entrar com o pedido de isenção. Por isso fique atento a abertura de inscrições que acontecem todos os anos. Normalmente entre os meses de abril e maio.

Alguns alunos possuem direito a isenção da inscrição do ENEM 2019, uma forma que o MEC encontrou para dar oportunidade de quem quer acessar a universidade pública, mas não possui condições de pagar a taxa de inscrição para a prova.

Veja em detalhes como pedir a isenção da taxa de inscrição do Enem 2019

Quem Pode Pedir a Isenção do ENEM 2019?

Veja quem tem direito a isenção da taxa de inscrição do ENEM:

  • Estudantes que estão em situação de risco econômico e que se encontram em famílias que são consideradas de baixa renda;
  • A família não pode ter uma renda por membro maior que um salário mínimo e meio por mês;
  • Alunos que estão no ensino médio público também são isentos da taxa, caso a escola esteja inscrita no Censo Escolar da Educação;
  • Alunos que participaram do programa Encceja do ano anterior;
  • Alunos que estejam inscritos no CadÚnico;

Como Pedir Isenção ENEM 2019

O pedido de isenção da inscrição é feito no próprio site do ENEM. Veja abaixo:

  • Acessar o site do ENEM;
  • Clicar em Isenção ENEM;
  • Insira o seu CPF e data de nascimento;
  • Responda algumas questões;
  • Leia o quadro de informações e se concordar clique em concordo e depois continuar;
  • O estudante deverá responder algumas questões socioeconômicas e inserir informações sobre dados pessoais e endereço;
  • Por fim o aluno poderá enviar a sua solicitação e pode acompanhar a aprovação ou não da sua solicitação no próprio site.

Depois o estudante deverá estar em mãos com todos os documentos que comprovam a sua condição social e impossibilidade de pagamento da taxa de inscrição. Caso o aluno minta alguma informação ele corre sérios riscos de sofrer sanções.

Veja a data do Enem 2019

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 serão aplicadas em 3 e 10 de novembro de 2019; em todo os estados brasileiros.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciou as datas na tarde desta quarta-feira, 27 de fevereiro.

Isenção de Taxa Enem 2018

Foram definidas as datas da solicitação de isenção e justificativa de ausência no Enem 2018, e o período de inscrição. De acordo com o Inep, o Edital do Enem 2019 será publicado no mês de março.

Enem 2019 Cronograma

-Solicitação de Isenção/Justificativa de Ausência 1º a 10 de abril;

-Inscrições de 6 a 17 de maio de 2019;

-Aplicação da prova: 3 e 10 de novembro de 2019.

Enem 2019 Provas

No primeiro dia de provas, serão cinco horas e meia para o participante resolver questões de linguagens, códigos e suas tecnologias; e ciências humanas e suas tecnologias, além da redação – para a qual vale a advertência de que qualquer explanação; que desrespeito aos direitos humanos incorrerá na perda de 200 pontos.

No segundo dia das provas, serão cinco horas para desenvolver as questões propostas de ciências da natureza e suas tecnologias e de matemática e suas tecnologias.

Fonte Inep